Categorias
Universo Astrologia

Nós Somos Natureza – Os Quatro Elementos na Astrologia

Os quatro elementos – Fogo, Terra, Ar e Água – podem ser considerados a base do mapa astrológico, dessa forma é um dos componentes básicos para interpretação.

São três signos para cada elemento, em Astrologia chamamos de Triplicidades:
Fogo: Áries, Leão e Sagitário.
Terra: Touro, Virgem e Capricórnio.
Ar: Gêmeos, Libra e Aquário.
Água: Câncer, Escorpião e Peixes.

Observando a natureza, suas formas e seus ciclos, chegaremos à conclusão que nós somos natureza e os quatro elementos simbolicamente fazem parte de nossa constituição como seres humanos.

Fogo – Radiante (Calor) – Colérico – Intuição – Positivo – Yang – Não tem forma e nem volume.
Motivação – motivar a ação – apenas age, sem pensar, sentir ou raciocinar, nossa motivação diária para atingir as nossas conquistas. Entusiasmados, vigorosos, autênticos, independentes, individualistas, livres. Podemos dizer que o fogo está ligado com as paixões. O fogo representa o nosso espírito, a intuição, não há necessidade de compreensão apenas intui. O verbo é SER.
Em excesso: Dificuldade em receber ordens devido a grande autonomia e liberdade, inquietação, irritabilidade, impulsivos, hedonistas e egocêntricos.
Em falta: Estagnados, desanimados, introspectivos, sem iniciativa, dificuldade em reconhecer o próprio valor, dependentes.

Terra – Sólido – Melancólico – Sensação – Yin – Forma e volume definidos.
O elemento terra está vinculado com a materialidade das coisas, aquilo que podemos ver, tocar, comer e cheirar. São sensoriais, sentem as coisas conforme a sua experiência. Estabilidade, segurança, produtividade, praticidade, objetivos, trabalho, realidade, prudência, conservador, cuidados com o corpo. Capacidade de materialização e realização. A terra representa o nosso corpo. O verbo é TER.
Em excesso: Materialistas, céticos, pragmáticos, pessimismo, teimosos, limitados, estresse, excesso de trabalho, avareza.
Em falta: Dificuldade em cuidar do corpo e de bens materiais, dificuldade de assumir responsabilidades terrenas como trabalhar, administrar a vida e a realidade das coisas. Dificuldade de provimento próprio.

Ar – Gasoso – Sanguíneo – Pensamento – Yang – Não tem forma e nem volume definido.
O elemento Ar está vinculado à razão, racionalizam as coisas, acontecimentos e pessoas. Está vinculado aos relacionamentos em geral, a nossa capacidade de compartilhamento. Participação, comunicação, intelecto, reflexão, pensamento, idealistas, curiosos, colaboração, multiplicidade, respeito pelas diferenças, acordos, negociações e trocas. É o viver em comunidade. O ar representa a nossa respiração. O verbo é PENSAR.
Em excesso: Hiperatividade mental, exaustão física, dispersão, nervosismo, necessidade de aprovação, superficial, instável.
Em falta: Dificuldade de comunicação, inibição, não-cooperativista, não consegue manter uma organização mental, dificuldade de concentração, desinteresse pelo aprendizado e pelas trocas.

Água – Líquido – Fleumático – Sentimento – Yin – Tem volume definido mas não tem forma.
Tem haver com a sensibilidade, com as emoções, sentem as coisas, os acontecimentos e as pessoas. É aquilo que nos afeta, que mexe com a interioridade. Capacidade de expressar as emoções e sentimentos, capacidades psíquicas, intensas e profundas. Irracional, inexplicável, responsivos, sensíveis, contemplativas, receptivas, gostam de silêncio, variam de humor e são modificadas pelo ambiente. No nosso corpo representa o sangue e todos os líquidos. O verbo é SENTIR.
Em excesso: Sensibilidade extrema, carência, insegurança, influenciável, sensacionalista, impressionáveis, mágoas, escapismos, vitimizações, influenciadas negativamente pelos ambientes e incapacidade de lidar com pressões.
Em falta: Insensíveis, antipáticas, falta de compaixão, dificuldade de expressar os sentimentos ou dificuldade em dominar as suas emoções, são frias sentimentalmente.

“Muitas vezes, nós esquecemos que somos natureza. A natureza não é algo separado de nós. Por isso, quando dizemos que nós perdemos nossa conexão com a natureza, nós perdemos nossa conexão com nós mesmos.”
Frase: Andy Goldsworthy

Texto:
Astróloga Thamiris de Melo
15 | 99133.4053
http://www.universoastrologia.com.br

 

Por Ricardo Dih Ribeiro

Estude a si mesmo, liberte-se de padrões limitantes, expanda a sua consciência. Mergulhe numa nova forma de pensar, compreender e sentir a si mesmo e tudo ao seu redor.

"Quando descobrires os segredos que estão nas profundezas do teu ser, conhecerás o seu destino e quando despertares os teus potenciais iniciará sua jornada"

"Que o Sagrado que habita em ti Revele-se, manifestando-se em Ti e em todo o Universo."

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s